29 de dezembro de 2009

Balanço de 2009

Como qualquer blog credível, cabe a Coisas Muito Estúpidas fazer um balanço de 2009, esperando sinceramente que não aconteçam coisas relevantes nos próximo dois dias, o que inviabilizaria a credibilidade deste mesmo balanço. Assim iremos dizer quais foram os melhores e piores momentos do ano, bem como atribuiremos prémios a quem mais se destacou nas diversas áreas no nosso país.

Melhores momentos:
Piquenique Modelo com Tony Carreira- os portugueses chegaram mais uma vez aos píncaros do Guiness, conquistando uma tripla vitória: o maior piquenique do mundo, o maior caixote do lixo e o maior aplauso. Para uma festa completa era colocar o músico mais parolo do mundo no maior caixote do lixo do mundo.

A descoberta do Facebook pelos portugueses- mais de meio milénio depois das descobertas marítimas, os portugueses descobriram o Facebook, que por acaso já era a rede social mais famosa do mundo há algum tempo. Mais uma prova de coerência do povo lusitano que continua orgulhosamente a ser o último em tudo.

Três campanhas eleitorais- numa época de crise, nada como gastar milhões de euros em matanças de porco, concertos da família Carreira e afins para animar o astral dos portugueses. Também foi bom ouvir discursos em campanhas que quase nos puseram a acreditar que afinal Portugal pode ser um país desenvolvido.

Piores momentos:
Desaparecimento mediático da ASAE- causou um grande transtorno aos portugueses a não atenção que os meios de comunicação social concedeu à autoridade para a segurança alimentar e económica. Era bonito ver a união do povo a criticar o trabalho da ASAE.

Jornal i- recebeu o prémio de melhor jornal europeu do ano, no seu ano de estreia. Quem decidiu fazer este jornal em Portugal não podia estar bom da cabeça. Claro que a Maria vende mais que o melhor jornal europeu em Portugal.

Carlos Queirós fez a barba- o cuidado que concedeu à sua estética capilar reflectiu-se no rendimento da selecção portuguesa de futebol: ver um jogo tornou-se mais incomodativo do que ter caspa no cabelo. Portugal acabou por se apurar para o Mundial, o que significa que vamos substituir a Arábia Saudita no posto de bombo da festa.

Prémios 2009

Eleições do ano:
As autárquicas, uma vez que proporcionaram não só inúmeras obras de fim de mandato com a sua campanha teve uma grande quantidade de porcos no espeto.

Orçamento do estado do ano: O terceiro, por exclusão de partes já que o primeiro saiu do filme Alice no País das Maravilhas e o segundo conseguiu enganar todos os portugueses que votaram em José Sócrates.

Político corrupto do ano: José Sócrates que beneficiou dum ano menos conseguido de Valentim Loureiro, habitual detentor do título.

Aldrabice do ano: O nome do PS, que insiste em manter o apelido Socialista.

Flop do Sporting do ano: Caicedo, já que Angulo nem sequer conta como flop.

Transferência do ano: A transferência de dinheiro dos contribuintes para o bolso dos pobres banqueiros que consegue ofuscar a transferência de Cristiano Ronaldo.

Epidemia do ano: Goleadas do Benfica que causaram ainda mais vítimas que a Gripe A.

2 comentários:

Siegfried disse...

Epidemia do ano: Goleadas do Benfica que causaram ainda mais vítimas que a Gripe A.

:DD

Anónimo Pesqueira disse...

Fodass, desculpa lá, mas este post está mesmo muito bom!
Agora vai-te foder, seu roto do caralho!

Publicidadezinha