27 de abril de 2009

Beyonce, a machista

Para primeiro participante do show Poesia Musical, apresentámos Beyonce Knowles, famosa cantora de R'n'B, vocalista das Destiny Child, actriz, dançarina de videoclips e esposa do rapper Jay-Z. O seu último single, If I were a boy mostra-nos a perspectiva machista da mamariamente avantajada senhora. Realmente quando se fala em letras machistas, Beyonce é o nome que nos salta a cabeça juntamente com Quim Barreiros, Leonel Nunes e os rappers da G-Unit. Após esta pequena apresentação da cantora/actriz procedamos então à análise da poética que Beyonce desnuda nesta sua obra-prima musical.

"If I were a boy, even just for a day
I'd roll out of bed in the morning
And throw on what I wanted then go"

Até aqui muito bem, a senhora Beyonce se fosse rapaz por um dia, de manhã rebolava na cama, vestia o que quisesse e saía. Agora eu pergunto: se não fosse rapaz por um dia, de manhã não rebolava na cama nem vestia o que quisesse?

"Drink beer with the guys
And chase after girls
I'd kick it with who I wanted
And I'd never get confronted for it,
Cause they stick up for me"

Continuando na pele de homem (que eu, confesso, não consigo imaginar) a Beyonce iria beber cerveja com os colegas, mandar piropos às miúdas, gozar com quem quisesse sempre que quisesse porque a(o) iriam defender. Sem dúvida, é algo inteligente de se fazer caso a opurtindade de mudar de sexo (ou melhor, de género sexual) por um dia fosse possível. Aliás, eu próprio se pudesse mudar de género sexual não ia fazer mais nada do que meter-me com as pessoas do meu verdadeiro género sexual, uma vez que eu seria do género sexual oposto ao meu, tendo assim uma posição de superioridade sobre o meu género sexual original. Confuso? A Beyonce, além de poeta é filósofa.

"If I were a boy!
I think I could understand
How it feels to love a girl
I swear I'd be a better man
I'd listen to her
Cause I know how it hurts
When you lose the one you wanted
Cause he's taking you for granted
And everything you had got destroyed"

Como todos os grandes poetas, Beyonce também tem direito à sua dose de esquizofernia. O mesmo homem (durante um dia) que ia mandar piropos a todas as miúdas que passassem, ia conseguir compreender como é amar uma rapariga e seria um homem melhor que os outros. Isto é uma preciosa dica que Beyonce dá aos homens: mandem piropos porcos e elas caem-vos aos pés. Daí a preominente barriga do Jay-Z, pois está sempre a beber cerveja e a mandar piropos de modo a fazer feliz a sua esposa.
Continuando, Beyonce feito homem (qualquer coincidencia com a expressão bíblica "Deus feito homem" é pura coincidência e não é propositadamente um trocadilho elogioso ao corpo de Beyonce, comparado a uma deusa) ia ouvir a mulher (qual? A que levou com o piropo das calças TMN(é que tens um cú que é um Mimo)) pois sabe como doi perder aquele(a) que se quer porque se dá como garantido e tudo que tem se destrói. Aqui está a parte dedicada a todas as pitas de 12 anos que vão ouvir a música nos Morangos com Açucar e vão poder dizer (depois de utilizarem o tradutor do Google) que a música é "tão linda. Amo-a 10 mil vezes!"

"If I were a boy
I would turn off my phone,
Tell everyone it's broken
So they'd think that I was sleeping alone"

Mais uma atitude extremamente inteligente: desligar o telemóvel e dizer a toda a gente que está avariado para pensarem que ele/ela dormia sozinho(a). É mais uma mensagem subtil das atitudes que as mulheres apreciam no sexo oposto.

"I'd put myself first
And make the rules as I go
Cause I know that she'd be faithfull
Waiting to me to come home, to come home!"

Na mesma senda das atitudes inteligentíssimas, Beyonce versão macho latino colocar-se-ia sempre em primeiro lugar e seria a pessoa a fazer as regras. Tudo isto porque sabia que a sua mulher iria estar sentadinha em casa à sua espera. Outra mensagem subtil: as mulheres não traem. Sempre a surpreender, Beyonce demosntra mais uma faceta da sua versatilidade, a sua capacidade cómica.

(...)
"It's a little too late for you to come back
Say it's just a mistake
Think I'd forgive you like that
If you thought I would wait for you
You thought wrong..."

Beyonce à semelhança de Fernando Pessoa: ezquizofernia assumida! Ao mesmo tempo, mais uma estrofe para as mesma pitas dos Morangos com Açucar poderem dizer às suas amigas que preferem Tokyo Hotel e 4Taste que não é apenas uma estrofe bonita.

"But you're just a boy
You don't understand (And, you don't understand, oh)
How it feels to love a girl someday
You wish you were a, better man

You don't listen to her
You don't care how it hurts
Until you lose the one you wanted
Cause you're taking her for granted
And everything you had got destroyed"

Para finalizar, Beyonce acusa uma rapaz (será o seu marido Jay-Z?) de não ser como ela seria se fosse rapaz por um dia. Como boa filósofa termina a música deixando ao ouvinte uma questão no ar: isto é um insulto ou um elogio?

Se quiserem ver o videoclip da música ou apreciar o momento em que Beyonce surge apenas em soutian (questões de marketing) é clicar neste link de cor homossexual:
http://www.youtube.com/watch?v=8k45LCa72Cw

5 comentários:

Pedro Espirito Santo disse...

ahahahah..

E se ela não tivesse um cuzão daqueles e um verdadeiro par de "Boías" não seria a... Beyonce!

Coisas de mulher.. =/ .

Anónimo disse...

Deves ser pouco gay joker_mc deves...Cor de fundo Cor-De-Rosa??

És tu e o teu amigo ricardo_fcp.

Puta que vos pariu.

Nibra disse...

Realmente, esta Beyoncé está sp a surpreender...

ó sansao, gostei do que li!! estás lá!! isto é daquelas musicas que nao fazem la mt sentido..tem alturas que faz lembrar os discursos dos politicos - sempre a contradizerem-se e a dizerem coisas sem nexo em que ja ninguem acredita!

mas Beyoncé é Beyoncé.. e independentemente disto tudo, continuará a vender..

Anónimo disse...

xD

tadinhaaa

é uma coco cm tu, mas a diferença é q tu es um coco qeridinho e ela nao xD


ass: Teresa

Siegfried disse...

Ana Malhoa "à americana"

Se não fosse aquele corpinho de Afrodite em bronze... :P :P

grande post

Publicidadezinha